domingo, maio 24, 2015

Momento Já Fostes

Aquele momento em que te lembras de comprar uma escova de dentes eléctrica e vais toda contente usá-la pela primeira vez, pões-lhe a pasta de dentes, passas-la por àgua, e te lembras de a ligar antes de ela estar dentro da tua boca... Pois!!! Digamos que posso dizer que a roupa que tenho agora vestida não é mesma que tinha quando fui lavar os dentes.

sábado, maio 23, 2015

E porque Maio é o mês em que tudo acaba. Acabei de ver:

Arrow - season 3

Poldark - season 1

Revenge - season 4

Once upon a time - season 4

sexta-feira, maio 22, 2015

E se te pudesses ver daqui a 30, 50 ou 70 anos com a tua cara metade?


Kristie e Tavis são um casal que, a um mês de casar, teve a oportunidade de se ver a "envelhecer" um ao lado do outro. E viram-se com 50, 70 e 90 anos. Uma experiência deliciosa que me comoveu especialmente pelas palavras tão doces dele para com ela. Adorava um dia poder ter também uma experiência destas!

terça-feira, maio 19, 2015

Acabadinha de sair da AE de "O Rapto de Freddy Heineken" xD


Cartaz do FilmeSinopse:
Holanda, Novembro de 1982. Cinco amigos de infância elaboram um plano para raptar Freddy Heineken, o magnata das cervejas. O objectivo é receber um resgate de 35 milhões de florins e começar uma nova vida longe dali. O grupo começa por realizar um assalto, de forma a ter a quantia necessária para organizar o rapto e todos os detalhes do golpe. Depois de executarem o plano e obterem o dinheiro do resgate, eles sentem que nada os poderá parar. Mas tudo parece ruir quando a relação entre eles – que sempre lhes pareceu inabalável –, começa a ceder à pressão…
Com realização de Daniel Alfredson (que dirigiu a adaptação ao cinema do segundo e terceiro tomos da saga "Millennium") e argumento de William Brookfield (realizador e argumentsta de "Milk"), um "thriller" psicológico que se baseia na verdadeira história de Freddy Heineken, relatada na obra homónima escrita, em 1987, pelo jornalista Peter R. de Vries. O elenco conta com a participação dos actores Jim Sturgess, Sam Worthington, Ryan Kwanten, Thomas Cocquerel, Mark van Eeuwen e Anthony Hopkins no papel de Heineken.

Novo Acordo Ortográfico: Não obrigado!


Quero deixar aqui bem expresso que é exactamente por ter orgulho no meu país e na minha língua, que sou contra o novo acordo ortográfico. E, como tal, enquanto puder, continuarei a escrever tal como me foi ensinado na escola e em bom português.

E para aquelas mentes tacanhas que dizem que só aqueles que escrevem coisas como "agente vamos", "durmir", "há-des", "á", "hà", "haviam", e que criticam Portugal por tudo e por nada, é que são contra o novo acordo, só tenho uma coisa a dizer: badamerda!! E não, não escrevo nem falo com erros!!! E não, não critico tudo o que cá se passa!!! Critico sim o que acho mal, aqui ou noutro lado qualquer. Não critico por criticar. O acordo não é uma evolução, mas sim um retrocesso. E mais do que um retrocesso, é uma ofensa à nossa génese enquanto povo e nação. E o mais triste de tudo é que ainda por cima fomos o único país a adoptá-lo. Impressionante como, às vezes, conseguimos ser tão pequeninos... (E atenção que eu sempre achei Portugal um grande país, independentemente de todos os defeitos que possa ter. E quem tal como eu já teve a oportunidade de visitar outros países percee perfeitamente o que quero dizer!).

A verdade é que não há qualquer uniformização, o que há é um grande lobbie. Ou acham mesmo que isto foi feito para sermos todos mais iguais?! E ainda que fosse para sermos todos mais iguais, eu orgulho-me das minhas diferenças. E Portugal deveria orgulhar-se também. Não sou eu que tenho de falar "brasileiro", no máximo são os barsileiros que tem de falar português, porque que eu saiba a lingua de que se fala e que se fala é o português.

E caso não saibam, esta proposta já estava há 10 anos na gaveta alimentada pelos lobbies das editoras e afins, que assim desta forma vão ganhar milhares de euros com o facto de já não precisarem de traduzir livros e quaisquer outros manuscritos. Desenganem-se meus amigos, estas coisas não acontecem por acaso ou porque sim... acontecem porque há muito dinheiro por detrás a mexer cordelinhos!!

E já agora ao argumento de que uma língua deve ser algo em constante mutação, seguido a própria evolução das gentes, como foi o caso do "bué" ter sido introduzido no dicionário como uma nova palavra, a isso respondo: uma coisa é incorporar palavras devido à evolução da lingua, como foi o este caso, outra completamente diferente é assassinar uma lingua e as suas raizes culturais porque há outro povo que fala a mesma lingua que nós (pelo menos na sua génese), só porque eles são mais numerosos do que nós. E se uma lingua deve reflectir a sua fala, porque é que a minha agora deveria o "brasileiro"?! Da última vez que vi ainda falava português.

Portugal pode ser pequenino, mas é grande, e não se deve curvar nem ceder e muito menos esquecer-se da sua génese. Não vimos por certo o Reino Unido a deixar de escrever como escreve só porque os Estados Unidos também falam a sua lingua. E acreditem que entre eles a única diferença não é sotaque, também há bastante diferenças a nível de escrita. Mas, como é óbvio, uma proposta tão ridicula como esta para eles nem nunca esteve em cima da mesa. E duvido até que algum dia tenha sido considerada. Porque eles orgulham-se de si próprios. Coisa que nós deviamos fazer mais.

domingo, maio 17, 2015

Digamos que foi um desconcerto em toda a sua plenitude...

Sinopse:
DESCONCERTO, é um espectáculo sobre a impossibilidade... A impossibilidade de ser… a impossibilidade de ter… a impossibilidade de estar. A asfixia. Uma caminhada feita de momentos de solidão suspensos numa intemporalidade imaginária e cavernosa, num desconcerto de ilusões.

(In)confidência:
Sinceramente gosto muito da minha Anninha, mas esta peça... Jasus!! Que seca!! Se não fosse por ela tinha saído a meio... a sério. Mas pronto, acabei por dormir... De qualquer forma, é tempo da minha vida que nunca mais vou recuperar. A peça era simplesmente terrível. É que nem consigo ver isto como uma peça de teatro, para mim foi mais uma apresentação daquelas pseudo intelectualóides que pretende ser algo que nunca chega a ser de tão absurda que é.

Coração de àgua

Gosto, mas 1800 euros por um quadro... autch!!


Tão giro @ Jardins do Palácio dos Aciprestes



Acabadinha de sair da comédia musical "50 Sombras!"


Sinopse:
Comédia ao best-seller "50 Sombras de Grey"
A escolha do livro 50 Sombras de Grey revoluciona o pacato clube de leitura de Pam, Carol e Bea. Mundana, Pam desfruta as tórridas cenas do livro, enquanto a ingénua Carol tem dificuldade em encontrar a sua “deusa interior”. Em conjunto, imaginam Anastasia Steel, Christian Grey, Kate, Joseph e Elliot e dão-lhes vida em cenas... sim, essas cenas!... temperadas pelos inconfessados desejos de cada uma.
Irreverente, divertido, desinibido, com algum látex e sem meias medidas... ou cheio delas!... 50 Sombras é uma comédia BDSM: Bombasticamente Divertida, Sexy e Musical!
Depois do sucesso nos Estados Unidos, Alemanha, Holanda, França, Espanha, e Reino Unido é a vez de Portugal apresentar 50 SOMBRAS!

sábado, maio 16, 2015

Eles andem aí @ GEAL - Museu da Lourinhã





Acadinha de sair da AE de "Astérix e o Dvmínio dos Deuses" xD



Cartaz do FilmeSinopse:
"Estamos no ano 50 antes de Cristo. Toda a Gália está ocupada pelos romanos... Toda? Não! Uma pequena aldeia habitada por irredutíveis gauleses resiste, ainda e sempre, ao invasor. E a vida não é fácil para guarnições de legionários romanos". Assim começam todas as aventuras de Astérix, o gaulês. Nesta, atormentado com a incapacidade dos seus soldados conquistarem aquele pequeno grupo de resistentes, o governador Júlio César percebe que o melhor a fazer é alterar o modo da sua investida e instalar um condomínio de luxo precisamente ao lado da aldeia. Agora, com a tentação à sua frente, serão os habitantes capazes de resistir à invasão romana? Inflexíveis a qualquer tipo de aproximação estarão sempre Astérix e Obélix, que tudo farão para manter os romanos bem longe da sua pequena comunidade de valentes. Infelizmente, os demais gauleses não vão ficar indiferentes a esta provocação romana, por Toutatis!...
Baseado no álbum de banda desenhada "O Domínio dos Deuses" (lançado em França em 1971 e o 17.º assinado pela dupla René Goscinny e Albert Uderzo), uma comédia de animação realizada por Louis Clichy e Alexandre Astier

quinta-feira, maio 14, 2015

Acabadinha de sair da estreia de "Mad Max: Estrada da Fúria" :)



Cartaz do FilmeSinopse:
Mad Max é um polícia renegado num mundo que se rege pela lei do mais forte. Num futuro pós-acopalíptico, perseguido por um passado tumultuoso, Max acredita que o único modo de sobreviver é não depender de ninguém para além de si próprio. Ainda assim, acaba por se juntar a um grupo de rebeldes liderados por Furiosa, uma mulher corajosa que anseia poder mudar o estado das coisas. Este bando, em fuga de uma cidadela tiranizada pelo implacável Immortan Joe, libertou um grupo de mulheres escravizadas. Sedento de vingança e determinado a recuperar cada uma das prisioneiras, o vilão dá início à mais implacável perseguição de sempre…
Com realização, produção e argumento de George Miller – o criador da lendária personagem que encheu salas de cinema de todo o mundo na década de 1980 e que deu a Mel Gibson o reconhecimento internacional –, um "thriller" de acção carregado de adrenalina que retoma as aventuras do guerreiro da estrada que conhecemos em "Mad Max - As Motos da Morte" (1979) e seguimos em "Mad Max 2: O Guerreiro da Estrada" (1981) e "Mad Max 3: Além da Cúpula do Trovão" (1985).

quarta-feira, maio 13, 2015

Acabadinha de sair da AE de "O Sapateiro Mágico" :)


Cartaz do FilmeSinopse:
Max Simkin (Adam Sandler) é um sapateiro de quarta geração no Lower East Side de Nova York. Um homem de meia idade que vive em casa com a mãe (Lynn Cohen), Max leva uma vida rotineira gerindo a loja que o seu pai (Dustin Hoffman) deixou para trás quando há muitos anos desapareceu misteriosamente. Um dos poucos amigos que Max tem é Jimmy, um barbeiro (Steve Buscemi).
Quando a máquina de coser de Max avaria estando ele a consertar os sapatos de um gangster local (Cliff 'Method Man' Smith), Max vê-se forçado a recorrer a uma relíquia de família que descobre na cave. Rapidamente descobre que esta herança misteriosa que lhe permite entrar na vida do seus clientes, e ver o mundo de uma nova maneira. O SAPATEIRO MÁGICO é uma história que prova que nunca é tarde demais para nos tornarmos quem somos.