sexta-feira, Outubro 24, 2014

A tocar em repeat na minha cabeça:


Ouvi dizer que o nosso amor acabou.
Pois eu não tive a noção do seu fim!
Pelo que eu já tentei,
Eu não vou vê-lo em mim:
Se eu não tive a noção de ver nascer um homem.
E ao que eu vejo,
Tudo foi para ti
Uma estúpida canção que só eu ouvi!
E eu fiquei com tanto para dar!
E agora
Não vais achar nada bem
Que eu pague a conta em raiva!

E pudesse eu pagar de outra forma!

Ouvi dizer que o mundo acaba amanhã,
E eu tinha tantos planos pra depois!
Fui eu quem virou as páginas
Na pressa de chegar até nós;
Sem tirar das palavras seu cruel sentido!
Sobre a razão estar cega:
Resta-me apenas uma razão,
Um dia vais ser tu
E um homem como tu;
Como eu não fui;
Um dia vou-te ouvir dizer:

E pudesse eu pagar de outra forma!
Sei que um dia vais dizer:
E pudesse eu pagar de outra forma!

A cidade está deserta,
E alguém escreveu o teu nome em toda a parte:
Nas casas, nos carros, nas pontes, nas ruas.
Em todo o lado essa palavra
Repetida ao expoente da loucura!
Ora amarga! ora doce!
Pra nos lembrar que o amor é uma doença,
Quando nele julgamos ver a nossa cura!

quarta-feira, Outubro 15, 2014

Acabadinha de sair da AE de "Matem o Mensageiro" :)


Cartaz do FilmeSinopse:
Década de 1990. Gary Webb (Jeremy Renner) é um jornalista de investigação com uma carreira estabelecida e um prémio Pulitzer no currículo. Durante uma das suas pesquisas, apercebe-se das origens do enorme consumo de "crack" que assolou os EUA nos anos 1970/1980 e do envolvimento da CIA no contrabando de toneladas de cocaína provenientes da Nicarágua. Apesar das advertências dos grandes traficantes e dos agentes da CIA para abandonar a investigação, Webb não se deixa intimidar e prossegue o seu trabalho, incriminando pessoas poderosas ligadas ao governo norte-americano. Mas essa decisão tem um preço mais elevado do que ele podia imaginar. Quando percebe que o seu nome foi descredibilizado e a sua carreira totalmente destruída, Webb dá-se conta – talvez demasiado tarde – de que a sua vida está por um fio…
Com assinatura de Michael Cuesta (realizador de "L.I.E. - Sem Saída" e de alguns episódios das conhecidas séries televisivas "Dexter" e "Segurança Nacional") e argumento de Peter Landesman, um "thriller" que se inspira na verdadeira história do jornalista Gary Webb, relatada na obra homónima escrita por Nick Schou.

Ui... por aqui estuda-se tanto!!!

Qual epidemologia qual quê?! Só se for de preguiça!!
Isso sim é uma grande epidemia!!

terça-feira, Outubro 14, 2014

Acabadinha de sair da AE de "O Juiz" :D


Cartaz do FilmeSinopse:
Hank Palmer é um advogado brilhante, mas pouco escrupuloso, que fez carreira a defender criminosos. Sem qualquer sentimento de culpa, ele considera que a lei pode ser contornada de forma a incriminar – ou defender – seja quem for. Quando é informado da morte da mãe, segue viagem até à pequena cidade onde cresceu e aonde jurou nunca mais regressar. Ali reencontra o pai, um juiz da velha guarda que sempre se guiou por uma moral incorruptível e que nunca aceitou a forma leviana com que o filho encarava a culpa ou a inocência. É então que descobre que o progenitor se tornou o principal suspeito do atropelamento e morte de uma pessoa. Apesar da relação complicada entre ambos, Hank decide defendê-lo no processo judicial. Porém, se a princípio o velho senhor se recusa a aceitar a ajuda, esta convivência forçada obriga-os a deixar para trás os ressentimentos e a construir algo novo…
Realizado por David Dobkin ("Os Fura-Casamentos", "Cuidado Com o Que Desejas"), um drama familiar que conta com Robert Downey Jr., Robert Duvall, Vincent D'Onofrio, Billy Bob Thornton e Vera Farmiga nos papéis principais.

segunda-feira, Outubro 13, 2014

Porque é que as mulheres se sentem atraídas para o abismo?

Parece que existe uma compulsão que as puxa.
Uma força inexplicável que as controla.

sábado, Outubro 11, 2014

Enquanto se espera...

tira-se selfies para não se desesperar!!

Acabadinha de sair da AE de "Os monstros das caixas" em 3D !!


Cartaz do FilmeSinopse:
Ponte de Queijais é uma cidade cujos habitantes, endinheirados e cheios de classe, têm um gosto especial por queijos exóticos. Debaixo desta grande metrópole, em cavernas subterrâneas, vivem os monstros das caixas, seres odiados pelos cidadãos de Ponte de Queijais, que acreditam que eles possuem poderes maléficos e que lhes querem roubar as criancinhas (ou, pior ainda, os queijos!). Porém, a verdade é que se trata de uma comunidade de adoráveis criaturas que, para além da sua enorme propensão para a felicidade, gostam de vestir caixas de cartão como se fossem carapaças. Quando um menino órfão é encontrado num subterrâneo, estes estranhos seres adoptam-no como se fosse um deles, dando-lhe o nome de Ovos. Todos convivem pacificamente até ao dia em que um perverso exterminador do mundo de cima decide erradicá-los definitivamente e "salvar" a cidade daquela terrível "praga" de monstruosidades. Para construírem uma ponte entre os dois mundos e poderem provar a todos que o que se diz sobre as suas intenções não passa de uma lenda inventada, os monstros das caixas terão de se valer de Ovos, o único ser humano que os conhece verdadeiramente. 
Com realização de Graham Annable e Anthony Stacchi, um filme de animação para toda a família que adapta a obra "Here Be Monsters! An Adventure Involving Magic, Trolls, and Other Creatures", do escritor e ilustrador Alan Snow", editada em Portugal com o título "Os Monstros das Caixas".

quarta-feira, Outubro 08, 2014

Acabadinha de sair da AE de "Aproveita a Vida Henry Altmann" :)


Cartaz do FilmeSinopse:
Para além de misantropo e descontrolado, Henry Altmann é profundamente infeliz. Sempre zangado com a vida e tudo o resto, ele não espera ser compreendido ou aceite por quem quer que seja. Até ao dia em que, numa consulta em que lhe são avaliados alguns exames médicos, se depara com alguém bastante parecido consigo: a Dr.ª Sharon Gill. Desorientada com o temperamento irascível de Henry, que não aceita o seu diagnóstico e lhe exige respostas imediatas, ela acaba por o informar que ele tem um aneurisma e que apenas lhe restam 90 minutos de vida. Com aquela informação inesperada, Henry Altmann cai em si, percebendo como tem andado a desperdiçar a sua existência, vivendo miseravelmente e fazendo infelizes todos os que têm cruzado a sua vida. Simultaneamente a esta tomada de consciência por parte de Henry, também Sharon se apercebe do terrível erro que acabou de cometer e de como é urgente encontrar solução para aquele mal-entendido… 
Com realização de Phil Alden Robinson, uma comédia dramática que se inspira no filme "The 92 Minutes of Mr. Baum", do realizador e actor israelita Assi Dayan. Robin Williams, Mila Kunis, Peter Dinklage e Melissa Leo assumem os principais papéis.

terça-feira, Outubro 07, 2014

Acabadinha de sair da AE de "A Boa Mentira" xD


Cartaz do FilmeSinopse:
Entre 1983 e 2005, durante os terríveis anos da Guerra Civil que assolou o Sudão, estima-se que mais de dois milhões de pessoas tenham perdido a vida. Em busca de abrigo, um sem-número de famílias deixou as suas casas e seguiu em direcção a campos de refugiados. Devido à situação caótica em que viviam, perto de 27 mil crianças foram separadas dos pais, fazendo o trajecto sozinhas. Eram estes os "lost boys/girls", crianças de todas as idades que, fugindo aos perigos e, muitas vezes, acompanhadas pelos irmãos, percorriam milhares de quilómetros para alcançar os campos. Alguns anos mais tarde, um esforço humanitário levou para os EUA algumas destas crianças. 
1993. Mamere e Theo são filhos do chefe de uma pequena aldeia no Sul do Sudão. Quando um ataque das milícias destrói toda a aldeia e lhes mata os pais, Theo é forçado a liderar um grupo de jovens sobreviventes e levá-los para um lugar seguro. Nesse árduo percurso, vão encontrando outras crianças em fuga. Entre elas está Jeremiah, de 13 anos, um rapaz inteligente e destemido que os ajuda a chegar com vida ao campo de refugiados de Kakuma, no Quénia. Anos mais tarde, Mamere, Theo e Jeremiah têm a oportunidade de deixar o campo e de se estabelecerem na América. Ao chegarem a Kansas City, no Missouri, são recebidos por Carrie Davis, que foi incumbida de os ajudar a retomar as suas vidas. Para ela, esta será uma oportunidade de perceber como a generosidade e o despojamento podem fazer realmente a diferença na vida de alguém. 
Com argumento de Margaret Nagle e realização de Philippe Falardeau (argumentista e realizador de "Monsieur Lazhar", nomeado para o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro), uma história dramática baseada em factos reais que conta com Reese Witherspoon como protagonista e com os actores Emmanuel Jal, Arnold Oceng, Ger Duany e Kuoth Wiel, alguns dos quais viveram de perto a experiência mostrada no filme.

Onde é que eu me fui meter?!

Foi assim que começou a minha primeira semanita de aulas!

(Claramente o meu ar era de quem ainda não sabia no que se ia meter!! Se bem que com uma cadeira chamada Estatística e Epidemiologia, já devia desconfiar!! Claro que foi preciso passar toda uma primeira aula (nas suas duas horas inteirinhas!) como um burro a olhar para um palácio, sem perceber um cu do que estava a ser dito, para me aperceber que isto não vai ser nada fácil... Agora vou só ali panicar um bocadinho e pensar nos longos dois anos que vou ter pela frente.)

sexta-feira, Outubro 03, 2014

Dores de alma

Doem-me os sonhos, os planos e as promessas. Doem-me as palavras. Doi-me o que foi e o que nunca será. Doi-me esta estúpida lucidez de realidade.

quinta-feira, Outubro 02, 2014

Acabadinha de sair da estreia da Peça de teatro "Negócio Fechado"


Sinopse:
Mentira. Traição. Roubo. Tudo num só dia de trabalho 
Inspirada no mundo impiedoso dos agentes imobiliários a digladiarem-se por prémios de produtividade... “ Negócio Fechado” é uma crítica à sociedade americana dos anos 80. Nesta versão, a Chicago de Mamet transforma-se em Almada, mostrando ser universal a desilusão escondida no reverso da medalha do Sonho Americano, que foi também, nos anos 90, o pequeno Sonho Português. 
Peça de David Mamet que lhe valeu um Prémio Pulizter - 1984 
Um retrato satírico de seis homens que atormentam, subornam, mentem, conspiram e praguejam, desesperados por venderem as suas almas ao melhor preço.

(In)confidência:
Apesar de achar que os actores estão muito bem nos papéis que interpretam, a peça em si não me convenceu. Não é que seja má, mas boa também não é... Tem umas piadinhas e tal, mas isso não a safa de todo.
E, para mim, esta peça nem sequer tem um final. De tal forma, que quando se apagaram as luzes e começaram a bater palmas, o meu primeiro pensamento foi "Mas porque é que estão a bater palmas?! Isto é só um intervalo...", mas não, não era um intervalo mas sim o final da peça... Um final assim sem sabor, uma coisa insolsa... sem climax.

Que desilusão @Cervejaria da Trindade!! =/



quarta-feira, Outubro 01, 2014

Acabadinha de sair da AE de "Drácula: A história desconhecida" xD


Cartaz do FilmeSinopse:
1462. Depois de anos sob a governação de Vlad III, a Valáquia vive momentos de paz e tranquilidade. Mas tudo muda quando Maomé II, sultão do Império Otomano, a invade e exige que os rapazes de todas as idades sejam retirados às suas famílias para se tornarem soldados. Entre as crianças está Ingeras, o filho de Vlad. Para defender a sua família e o povo que nele depositou toda a sua confiança, o príncipe tem de encontrar forças para derrotar o inimigo. Mas, para que isso seja possível, terá de aceitar ajuda de um poderoso demónio que, em troca de poderes sobre-humanos, o transformará num perigoso monstro sedento de sangue... 
Estreia na longa-metragem de Gary Shore, um "thriller" de acção que se inspira na personagem imortalizada pelo autor irlandês Bram Stoker. O romance, escrito em 1897, foi inspirado numa figura real: o príncipe Vlad, o Empalador, aclamado pelos romenos pelo seu papel no combate às recorrentes invasões turcas, e que governou na região de Valáquia durante três períodos: 1448, 1456-1462 e 1476. Apesar da sua bravura, Vlad ficou na História por ter inventado um processo de empalar as suas vítimas que garantia que agonizavam durante quatro dias, em praça pública, antes de morrerem. Com os seus métodos de estabelecer a ordem pelo medo, gostava também de queimar, afogar, esfolar e pregar os chapéus nas cabeças das vítimas. "Nosferatu, o Vampiro" (1922), do alemão F.W. Murnau, foi o primeiro filme baseado na novela de Stoker. Em 1931, foi a vez do húngaro Bela Lugosi vestir a pele de "Drácula", sob direcção do norte-americano Tod Browning. Em 1992, o seu compatriota Francis Ford Coppola regressou ao tema com o "Drácula de Bram Stoker", com Anthony Hopkins, Winona Ryder, Keanu Reeves, Monica Belluci e Tom Waits a encarnar as personagens.

Eu sei.

E sim, eu sei o que vais dizer. Não o digas. Sei-o bem demais. Sei as coisas que já foram ditas um milhão de vezes. E posso dizer que as ouvi um milhão de vezes a mais. Pois gostava de não as ter ouvido uma vez sequer. Não me podes dizer uma coisa diferente hoje? Sei que a tua resposta vai ser a mesma. Sei. Não quero saber, mas sei. Sei que não virás. Sei que por mais que o deseje não vai acontecer. Sei que te posso sonhar mas que ainda assim nunca te vais concretizar. E sei que não te consigo fazer querer. Infelizmente sei. E nunca me senti tão pequena e tão inútil. Nunca uma mulher foi tão pouco como eu o sou agora. Eu sei. Mas era isso... Queria apenas que o soubesses.

terça-feira, Setembro 30, 2014

Acabadinha de sair da AE de "November Man: A última missão" :)


Cartaz do FilmeSinopse:
Peter Devereaux (Pierce Brosnan) – nome de código: "November Man" – é um agente reformado da CIA que leva uma vida pacata numa pequena cidade suíça. Apesar de relutante, aceita regressar ao activo a pedido da agência para resolver um caso que envolve David Mason (Luke Bracey), antigo amigo e discípulo, que hoje se tornou uma ameaça para o seu país. A sua missão é proteger Alice Fournier (Olga Kurylenko), uma importante testemunha que pode revelar a verdade sobre uma conspiração que envolve alguns dos mais importantes governantes da Rússia. Mas a suspeita de um agente infiltrado dentro da própria agência faz com que Devereaux perceba que não pode confiar em ninguém… 
Um "thriller" policial realizado por Roger Donaldson ("O Cume de Dante", "O Recruta", "O Golpe de Baker Street"), segundo um argumento de Michael Finch e Karl Gajdusek, que adapta o livro de Bill Granger "There Are No Spies", da colecção November Man.